• 22 de Janeiro de 2018

Regina Moscheto – inspiração e regionalismo

Regina Moscheto – inspiração e regionalismo

1024 682 Olive Comunicação e Marketing
Regina Moscheto – inspiração e regionalismo

Regina Moscheto

Artista Plástica

Regina Moscheto – inspiração e regionalismo

Regina Moscheto

Artista Plástica

Artista, mãe, esposa e mulher.

Com olhar sensível detecta a essência de tudo e transmite para o receptor de forma singular. Amante e eterna aprendiz da arte, cada série reflete as experiências e grandes inspirações da vida da artista, fez de Bauru o seu lar e o local para desenvolver seu talento para o mundo.

Fotografias Série “Elas”

Inspire-se você também lendo a entrevista!

Como começou a sua carreira?

Desde muito jovem já traçava meus primeiros desenhos, sempre muito colorido e rico em detalhes. Ao longo da vida participei de vários projetos artísticos e os elogios das pessoas me impulsionavam a trilhar pelo caminho da arte.

Teve referências em casa?

Minha mãe (em memória) nunca pintou, mas era amante da natureza, apaixonada por flores, pelos seus perfumes e cores exuberantes, acredito que esta paixão nasceu em razão dela, aprendi a admirar as belezas que a terra nos proporciona.

Fez cursos na área?

Estudei História da Arte, embora minhas pinturas são frutos de trabalho autodidata…e com ele, a cada dia me identifico, me realizo e me apaixono!!!

Quais são as pessoas que ajudaram na sua formação como pessoa e artista?

Minha gratidão vem primeiramente a DEUS, e imensamente a minha família que são meus maiores incentivadores, em especial ao meu marido Éber Moscheto sempre me apoiou, aos meus amigos que me impulsionam e me inspiram…

O que te inspira?

As belezas naturais, as cores das flores, os cantos e a beleza dos pássaros, os lugares onde visito, as pessoas que convivo, não é uma só sensação mais o conjunto delas.

Que obra mais te marcou e por quê?

Todas são importantes, todas elas têm um pouco de minha alma, mas a tela “Iguanas” da série “Exóticos” foi um ano inteiro para concluir, em cada traço, em cada pincelada me descobria e reafirmava a certeza que era o que eu queria para minha vida, se dedicar inteiramente a arte.

Fotografias Série “Exóticos”

O que mais atrai as pessoas?

Os traços, as tonalidades de cores, cada detalhe pode ser visto de diversas formas e para cada pessoa terá um significado diferente e isso é o que considero a grande magia da arte.

Você tem uma rotina de trabalho? Segue uma agenda? Ou depende da inspiração?  

Trabalho todos os dias, de cedo a noite, se deixar esqueço até qual dia é (risos) quando estou finalizando uma tela automaticamente já penso nas próximas, um ciclo que parece não ter fim, e assim deixo fluir, amo muito o que faço. Como dizia “Andy Warhol” Eu acordo toda manhã. Abro os olhos e penso: lá vamos nós de novo.

Seu público é principalmente de onde?

De toda parte, todo dia descubro alguém de algum lugar do mundo que se encanta pelo meu trabalho. Fico muito feliz, é muito gratificante, me dá mais entusiasmo!

Quais são suas referências de artistas?

Pelos trabalhos:
Eduardo Kobra
Francoise Nielly
Pela história de vida:
Frida Kahlo
Margaret Keane

Que mensagem procura passar nas suas obras?

Das minhas boas lembranças da infância. Do meu amor pela natureza. E que o mundo dos sonhos pode fazer parte da sua imaginação.

Fotografias Série “Perfumes”

De olho nela… 

Tem coisa nova por aí?

Tenho me dedicado em finalizar alguns trabalhos que serão expostos dia 8 de março deste ano. Trata-se de uma exposição solo que acontecerá na Galeria Angelina W. Messenberg. O convite foi feito pela Secretaria Municipal de Cultura em conjunto com a Pinacoteca Municipal de Bauru, a exposição ficará aberta a visitação do público até 19 de abril, tem Curadoria de Janira Fainer Bastos e Direção de Montagem de Paulo Barreto.

Segue um único estilo?

Uma mistura de estilo próprio contemporâneo com o Pop Art ou Popular Art, inspirado no movimento artístico que se desenvolveu na década de 1950, na Inglaterra e nos Estados Unidos.

O que a arte te ensina?

Que é possível um mundo sem fronteiras.

Por que Bauru?

Estou aqui há 8 anos, meu marido abriu uma empresa que atendia Bauru e região, nos apaixonamos pela cidade.

É uma boa cidade para artistas plásticos?

Sim, sem dúvidas, super acolhedora, muita gente bacana envolvida com a arte no modo geral, admiro muito os trabalhos dos artistas locais.

A cidade traz algo em especial?

Bauru é uma cidade com muita opção de cultura, que leva arte de maneira muito diversa, mostras e exposições estão constantemente passando por Bauru, na Galeria da Secretaria de Cultura, na Pinacoteca, no MIS-Bauru, nos restaurantes, no teatro, nas galerias de Shoppings em toda parte.

Pensa em sair daqui?

Nunca se sabe, mais se depender de mim, fico por aqui.

Quer acrescentar algo mais?

Sim, se me permite gostaria de deixar para os leitores um o poema de minha autoria,

Flores que fazem sorrir
Se contemplada a beleza
Flores que fazem refletir
A quão generosa é a natureza!
Rosa dos apaixonados
Lírios nos campos florindo
Crisântemos dos desconsolados
Margarida, … que nome lindo!
Os olhos se abrem ao seu encanto
Pétalas e cores, perfeita é a harmonia
Diversidade que não tem fim nem canto
Inspiração dos poetas de noite e de dia!
Meninas cheias de elegância
Que encantam, perfumam e aquece
Seja em qualquer circunstância
Se elas estão, pouco se esquece!

Regina Moscheto – inspiração e regionalismo

FLORES

Regina Moscheto

Continue acompanhando a página da Olive e leia conteúdos exclusivos, notícias e muito mais! Um espaço para discussões, bate-papos e troca de experiências.
Até a Próxima!

Gostou? Acompanhe nosso Blogourmet!

Logotipo Olive Completa

Está corrido?! Que tal alguém pensando em marketing para sua empresa? A Olive Comunicação conta com uma equipe especializada e experiência para te ajudar neste mundo cão.

Vamos falar sobre?!

Procurando Conteúdo

Inscreva-se para receber conteúdos exclusivos, notícias e acompanhar projetos.