• 19 de fevereiro de 2018

Como é o leitor do século XXI?

Como é o leitor do século XXI?

1024 682 Olive Comunicação e Marketing
Produtores de conteúdo estão tendo que se adaptar a novos hábitos de consumos da população

O mundo está mudando. Isso todo mundo sabe. Acordamos e logo estamos conectados com nossos amigos e com as mais diferentes culturas por meio das redes sociais e dos portais de notícias. Em meio a tanta informação, as pessoas estão lendo mais, porém de forma diferente. E nós, profissionais da comunicação, estamos tendo que nos adaptar a essas transformações.


8 de fevereiro de 2018. Uma notícia abalou os meios de comunicação. Um dos grandes portais de notícia do Brasil – Folha de São Paulo -, publica uma nota informando que não irá mais publicar o seu conteúdo no Facebook.

O motivo?

“O algoritmo da rede passou a privilegiar conteúdos de interação pessoal, em detrimento dos distribuídos por empresas, como as que produzem jornalismo profissional”.

“O que reforça a tendência do usuário a consumir cada vez mais conteúdo com o qual tem afinidade, favorecendo a criação de bolhas de opiniões e convicções, e a propagação das “fake news” (FOLHA DE SÃO PAULO).

Ou seja, antigamente os hábitos de consumo dos baby boomers e das gerações anteriores eram diferentes. Eram influenciados pela TV e rádio – meios passivos e unidirecionais que não permitem contestação ou comparação de informações. Para ser um indivíduo informado, era preciso acordar e dedicar um tempo para a leitura do jornal que era produzido de forma diferente.

E hoje?

Com a Geração Y, há uma diversidade. Em especial a Internet, e também os celulares e smartphones e, mais recentemente, as redes sociais. Esses meios são ativos, multidirecionais e interativos.

Para o grande pesquisador francês Pierry Lévi (1999, p.17), a internet é “o novo meio de comunicação que surge da interconexão mundial dos computadores. O termo específico e não apenas a infraestrutura material da comunicação digital, mas também os universos oceânicos de informações que ela abriga, assim como os seres humanos que navegam e alimentam esse universo”.

Isto é, hoje o leitor está consumindo de forma diferente e as redações estão tendo que se adaptar. Com tanta informação, o consumidor quer praticidade no momento de ler. O conteúdo no momento que está sendo formulado tem que ser pensado naquele trabalhador que irá ler no seu aparelho celular, no ônibus indo para o trabalho, entre outros.

Ou seja, além de produzir um conteúdo para o meio digital deve-se pensar na adaptação para diferentes plataformas. Uma vez que as pessoas estão cada vez mais conectadas em diferentes meios.

Textos longos?

O leitor de hoje, quer objetividade com qualidade. Afinal, não se pode perder muito tempo. E com tanta informação repetida, as pessoas dão prioridade para o que realmente importa. Se uma população está sofrendo com o mosquito da dengue, porque falar no primeiro parágrafo da notícia das especificidades do mosquito?

E as palavras?

Qual a necessidade de utilizar um vocabulário que as pessoas não utilizam em seu dia a dia? Os redatores estão tendo que se adequar a essa mudança também. Isto é, os textos devem ser cada vez mais próximos da linguagem coloquial. Lembrando que coloquial não é sinônimo de não utilizar o português de forma adequada.


Textos com informações aprofundadas, adaptados para plataformas digitais, escritos de forma simples e esperando que se tenha INTERAÇÃO. Justamente o que o portal da Folha de São Paulo e os demais produtores de conteúdo estão fazendo, se reinventando.

Se é o jeito certo de produzir conteúdo, se as pessoas estão perdendo o senso crítico ou propagando falsas notícias, isso não sabemos. Só temos a certeza que os produtores de conteúdo terão que se adaptar e reinventar a maneira de escrever e de se comunicar com o seu público.


Nós da Olive Comunicação, estamos constantemente estudando e nos preparando para adaptar a sua marca ou serviço para essas mudanças. Venha bater um papo conosco que traçaremos a melhor estratégia para você conversar com o seu público!

 

Gostou? Acompanhe nosso Blogourmet!

Logotipo Olive Completa

Está corrido?! Que tal alguém pensando em marketing para sua empresa? A Olive Comunicação conta com uma equipe especializada e experiência para te ajudar neste mundo cão.

Vamos falar sobre?!

Procurando Conteúdo

Inscreva-se para receber conteúdos exclusivos, notícias e acompanhar projetos.